Passar para o conteúdo principal
Objetivos estratégicos:
  • Redução das perdas de água nos sistemas de condução de água para rega e das dotações brutas de rega;
  • Articulação gradual das receitas associadas aos tarifários e o custo real da água, com ênfase nos volumes utilizados, sem perda de competitividade do setor.
 
Objetivos específicos:

Aumento da eficiência global dos sistemas de rega através de:

  • Melhoria da qualidade dos projetos (captação, exploração, rega, etc.);
  • Redução das perdas de água no armazenamento, transporte e distribuição (reabilitação de barragens, impermeabilização de canais, construção de reservatórios de compensação em pontos estratégicos e no final dos canais, automatização das estruturas de regulação, etc.), com recurso por exemplo aos fundos do ProDeR, ou outros programas que lhe sucedam (após 2013);
  • Redução das perdas na aplicação de água ao solo (introdução de sistemas de aviso e agro-meteorológicos, reconversão dos métodos de rega, com automatização e adequação de procedimentos na rega por gravidade, aspersão e localizada, etc.).