Skip to main content
  • 1ª Fase – Revisão das Áreas de Risco Potencial Significativo de Inundação (ARPSI)

 

No ano de 2018 procedeu-se à revisão da Avaliação Preliminar dos Riscos de Inundações (APRI), primeira fase de cada ciclo de implementação da Diretiva, tendo-se procedido à recolha e caracterização de eventos de inundações registados em Portugal Continental, no período entre 2011 e 2018.  A APRI consiste na identificação dos locais onde os impactos das inundações foram significativos, tendo em conta os critérios estabelecidos pela Comissão Nacional de Gestão de Risco de Inundações – CNGRI (prevista no Decreto-Lei n.º 115/2010, de 22 de outubro). Após este processo de seleção, foram identificadas as novas ARPSI, para as quais foram efetuados estudos de modelação hidrológica e hidráulica para ser produzida a cartografia de áreas de inundação e de risco de inundação.

A APRI teve um processo de consulta pública, onde se verificou uma participação significativa por parte dos Municípios, dos cidadãos, das ONG e das Universidades, que conduziu à identificação de 63 Áreas de Risco Potencial Significativo de Inundação (ARPSI) em Portugal continental, incluindo zonas sujeitas a risco de inundações de origem fluvial, pluvial e costeira.

  • 2ª Fase – Revisão e atualização da cartografia das Áreas de Risco Potencial Significativo de Inundação (ARPSI)

A Cartografia de Áreas Inundáveis e de Riscos de Inundações visa constituir um instrumento de trabalho que permita alcançar o principal objetivo da Diretiva relativa à Avaliação e Gestão dos Riscos de Inundações 2007/60/CE - a diminuição das consequências adversas das inundações na população, no ambiente, nas atividade económicas e património. A cartografia deve resultar na melhoria da perceção do risco pela população, na tomada de decisão para proteção de toda a sociedade e na melhoria dos Instrumentos de Gestão Territorial.

A cartografia é a base para definição de um programa de medidas, nos Planos de Gestão dos Riscos de Inundações do 2º ciclo, que irão contribuir para a minimização das consequências das inundações nas 63 ARPSI.

O procedimento de participação pública da Cartografia de Áreas Inundáveis e de Riscos de Inundações foi promovido pela APA, através dos seus departamentos regionais de Administração da Região Hidrográfica, entre 11 de novembro e 12 de dezembro de 2020.

Para facilitar a participação e apoiar o envio de contributos, foram dinamizadas sessões públicas online abaixo indicadas, disponibilizados relatórios técnicos e plataformas de visualização, entre outros elementos:

Região Hidrográfica

Documentos

Sessões online

RH1 - Minho e Lima

Relatório

Fichas de caracterização

19 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

Apresentação

 Apresentação - Metodologia 

RH2 - Cávado, Ave e Leça

Relatório

Fichas de caracterização

19 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

Apresentação

 Apresentação - Metodologia

RH3 - Douro

Relatório

Fichas de caracterização

24 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

Apresentação

Apresentação - Metodologia 

RH4A - Vouga, Mondego e Lis

Relatório

Fichas de caracterização

20 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

Apresentação

Apresentação - Metodologia

RH5A - Tejo e Ribeiras do Oeste

Relatório

Fichas de caracterização

23 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

Apresentação

 Apresentação - Metodologia

RH6 - Sado e Mira

Relatório

Fichas de caracterização

18 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

Apresentação

Apresentação - Metodologia

RH7 - Guadiana

Relatório

Fichas de caracterização

18 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

Apresentação

Apresentação - Metodologia

RH8 - Ribeiras do Algarve

Relatório

Fichas de caracterização

25 de novembro de 2020

15h00 - 17h00

 Apresentação - Metodologia