Skip to main content

A poluição do ar é a causa de um conjunto de problemas, nomeadamente:

  • Degradação da qualidade do ar;
  • Exposição humana e dos ecossistemas a substâncias tóxicas;
  • Danos na saúde humana;
  • Danos nos ecossistemas e património construído;
  • Acidificação;
  • Deterioração da camada de ozono estratosférico;
  • Alterações climáticas.

Entre os efeitos na saúde humana são de destacar os problemas ao nível dos sistemas respiratório e cardiovascular.

Os danos nos ecossistemas podem incluir a oxidação de estruturas da vegetação, que entre muitas outras consequências pode originar a queda prematura das folhas em algumas espécies ou o apodrecimento precoce de alguns frutos. Quando se trata de culturas agrícolas estes danos podem também significar grandes prejuízos económicos.

Quando se fala de prejuízos ao nível do património construído pode dar-se como exemplo o caso dos poluentes acidificantes que atacam quimicamente as estruturas construídas, causando a degradação dos materiais.

Os efeitos dos poluentes atmosféricos variam em função do tempo de exposição e das suas concentrações. Este facto faz com que, normalmente, se fale em efeitos crónicos e agudos da poluição atmosférica. Os efeitos agudos devem-se a concentrações elevadas de um dado poluente as quais podem ter repercussões nos recetores num curto espaço de tempo. Os efeitos crónicos estão relacionados com uma exposição muito mais prolongada no tempo e a níveis de concentração mais baixos. Quando ocorre a exposição por períodos prolongados a níveis menos elevados podem também aparecer efeitos que resultam da exposição acumulada a esses teores de poluentes.

As emissões atmosféricas geram problemas a diferentes escalas, desde uma escala local (por ex. as concentrações de monóxido de carbono - CO - provenientes do tráfego junto a estradas congestionadas) até à escala global (cujo melhor exemplo são as alterações climáticas que se traduzem, entre muitos outros efeitos, pelo aquecimento global do planeta com todas as repercussões daí resultantes).

Os efeitos mais comuns por cada poluente podem ser consultados em Poluentes.

Fonte: APA

Para saber mais