Eficiência Energética e Baixo Carbono

Divulgação > Projetos > Eficiência Energética e Baixo Carbono

O Programa ECO.AP, lançado através da Resolução do Conselho de Ministros n.º2/2011, visa a obtenção de um nível de eficiência energética na ordem dos 30% até 2020 nos organismos e serviços da Administração Pública.

Tendo em vista alcançar os objetivos propostos pelo ECO.AP foi criado o Barómetro de Eficiência Energética e Baixo Carbono na Administração Pública, destinado a avaliar e divulgar o desempenho energético e de carbono da Administração Pública, suportando a elaboração dos Planos Sectoriais de Baixo Carbono (Resolução do Conselho de Ministros n.º93/2010, de 26 de Novembro). O Barómetro recolhe ainda informação sobre a utilização da água e papel e a produção de resíduos.

Pretende-se que, através de um mecanismo de avaliação e ranking de entidades, o Barómetro ECO.AP:

  • Incentive a eficiência energética na Administração Pública e, consequentemente, contribua para a redução de custos;
  • Veicule o Estado como referência na gestão dos consumos de energia e disseminador de boas práticas de eficiência energética e de baixo carbono;
  • Proporcione aos Ministérios a identificação das entidades que representam 20% do seu consumo total, assim como a definição de metas para planos de ação de eficiência energética e baixo carbono;
  • Contribua para a redução das emissões de carbono, apoiando a elaboração monitorização dos resultados dos Planos Setoriais de Baixo Carbono.

São abrangidos pelo Barómetro ECO.AP todos serviços e organismos da administração direta e indireta do Estado, bem como empresas públicas, universidades, entidades públicas empresariais, fundações públicas, associações públicas e associações privadas com capital social maioritariamente público, mediante o registo prévio do Gestor Local de Energia e Carbono (GLEC) junto da ADENE – Agência de Energia.

Saiba mais no portal Eco.AP