Monitorização do lixo marinho

Instrumentos > Monitorização do lixo marinho

A origem do Lixo Marinho somos todos NÓS !!!!!

Os oceanos cobrem cerca de 3\4 da superfície da Terra e são uma extraordinária fonte de recursos. O oceano suporta atividades como a indústria da pesca e múltiplas economias costeiras, facultando oportunidades recreativas e servindo de habitat para uma infinidade de plantas e animais marinhos. Infelizmente atualmente os oceanos estão sobre intensa pressão. A aparente vastidão dos oceanos levou a que fosse sobrestimada a sua capacidade para absorver os resíduos de toda a Humanidade. Por demasiado tempo as águas dos oceanos foram usadas como depósito para os detritos e resíduos de todos nós. Há que tomar medidas para reverter o estado atual.

Num passado não muito longínquo lixo nas praias e ao longo de vias interiores navegáveis foi considerado primariamente uma monstruosidade – desagradável de se olhar, mas por outro lado não tão prejudicial. Através dos factos, investigação e educação as pessoas foram constatando que os detritos marinhos causam sérios impactos no ambiente marinho, vida marinha, saúde e segurança humanas, navegação e economia.

Redes, artefactos de pesca e lonas plásticas abandonadas, bem como outros detritos podem sufocar e esmagar recifes de coral e ecossistemas sensíveis de plantas marinhas e suas espécies bentónicas. Todos os anos, milhares de animais marinhos são enredados em, estrangulados por, ou ingerem várias formas de detritos.

Detritos médicos, sanitários e de higiene e relacionados incluindo seringas e pedaços de vidro são um perigo para quem frequenta as praias quando são arrastados para a costa. As comunidades costeiras têm prejuízos quando as praias têm de ser encerradas para limpeza, e a indústria da pesca tem de absorver os custos anuais resultantes dos danos nos navios causados por detritos flutuantes e abandonados e por perdas das artes de pesca.

Afortunadamente embora o lixo marinho seja uma das fontes de problemas de poluição mais difundidas pelo planeta é uma para a qual os cidadãos individualmente podem de imediato ser parte da solução; isto porque a origem de todo o lixo marinho pode ser rastreado até uma única fonte – as pessoas. Nas últimas dezenas de anos, a composição da maioria dos resíduos sólidos produzidos são constituídos por materiais sintéticos duráveis que podem permanecer no ambiente por muitos anos causando perigo continuado aos ecosistemas. Com o aumento a nível mundial da população costeira é expetável que a quantidade de detritos que entra nos oceanos também aumente. Consequentemente é importante tomar medidas para manter os detritos afastados dos oceanos e linhas de água e preservar a qualidade do ambiente marinho.


Ligações úteis

Associação Portuguesa do Lixo Marinho   http://www.aplixomarinho.org/

Waste Free Oceans   http://www.wastefreeoceans.eu/

Agência Europeia do Ambiente  http://www.eea.europa.eu/themes/coast_sea/marine-litterwatch

Programa das Nações Unidas para o Ambiente  http://www.unep.org/regionalseas/marinelitter/

Sociedade Conservação do meio marinho (UK)  http://www.mcsuk.org/

 

Projetos interessantes

Fishing for litter               http://www.kimointernational.org/FishingforLitter.aspx

MARLISCO                         www.marlisco.eu

Project AWARE                http://www.projectaware.org/update/what-eu-can-do-stop-marine-litter

 

Organizações não governamentais com ações no âmbito do Lixo Marinho

Local Authorities International Environmental Organisation                http://www.kimointernational.org/Home.aspx

ONG Global Garbage    http://www.globalgarbage.org/praia/

Seas at Risk   http://www.seas-at-risk.org/